COMO FORMAR PREÇO PARA EXPORTAÇÃO

27.09.2018 - Empreendedorismo

COMO FORMAR PREÇO PARA EXPORTAÇÃO

Primeiro parte:

Sugiro que faça pelo custo, que é na verdade o quanto custou para você mais a margem de lucro que você aplicou. Isto é, partindo do preço do mercado interno.

Agora vamos para algumas vantagens na exportação.
Na exportação você não tem nenhum tributo, como IPI, ICMS, PIS, CONFINS.

Então você precisa pegar o preço do mercado interno e diminuir os tributos.
Não são somente os tributos que você pode tirar, mas pode tirar se tiver, custos de embalagem, custos de distribuição, comissão de venda e todos os outros que fazem parte do custo interno.

Segunda parte:

Agora você inclui todos os custos que fazem parte da exportação.
Exemplos: embalagem própria para exportação, despesas aduaneiras, despesas de transporte, comissão de agente no exterior.
Obs: Esses custos você deve observar principalmente qual foi o incoterm utilizado. Aqui no canal você pode saber mais sobre cada incoterm.

Terceira parte:

Depois de todo o preço formado, deve observar que ele está em reais e precisa transformar em dólar. Você precisa sempre estar ligano na taxa de cambio do dia e como ele está evoluindo para ter uma margem e não perder caso altere muito essa taxa.

Quarta parte:

Junto com o preço do produto em dólar, então é preciso fazer uma pesquisa no mercado algo.
Assim, você consegue identificar qual o preço do seu concorrente, quais tributos ele pagaria para importar o seu produto. Dessa forma você consegue avaliar se você será competitivo e se terá que fazer algum ajuste no preço, ou mesmo nos custos de produção para chegar no preço final que possa concorrer.

 

Abaixo deixo um exemplo para você de como formar preço para exportação com base no preço do mercado interno:


Preço de mercado interno sem o IPI
(Para efeito de cálculo das deduções) R$ 2.000,00
Preço de mercado interno (inclusive IPI de 14%) R$ 2.280,00


Deduções

IPI (14% sobre o preço de mercado sem IPI) R$ 280,00
ICMS (18% sobre o preço de mercado sem IPI) R$ 360,00
COFINS (3% sobre o preço de mercado sem IPI) R$ 60,00
PIS (0,65% sobre o preço de mercado sem IPI) R$ 13,00
Lucro no mercado interno (10% sobre o preço de mercado sem IPI) R$ 200,00
Embalagem de mercado interno R$ 45,00

Total das deduções R$ 958,00

Primeiro Subtotal (Diferença entre o preço com o IPI
R$ 2.280,00 e o total de deduções R$ 958,00) R$ 1.322,00


Inclusões

Embalagem de exportação R$ 60,00
Frete e seguro da fábrica ao local de embarque R$ 90,00


Total das inclusões R$ 150,00
Segundo subtotal (Soma do primeiro subtotal
R$ 1.322,00 com o total das inclusões R$ 150,00) R$ 1.472,00

Margem de lucro pretendida (10% calculado sobre o preço FOB)
R$ 163,55

Preço FOB (R$ 1.472,00 mais R$ 163,55) R$ 1.635,55


Taxa de câmbio hipotética de
US$ 1,00 = R$ 4,05
Tem-se o preços FOB de US$ 403,84

Obs:

Para a apuração do valor de R$1.635,55, foi considerado o percentual de 10 por cento correspondente à margem de lucro pretendida pelo exportador, podendo desenvolver autilização de uma regra de três simples. Assim, se o valor de R$ 1.472,00 corresponde a 90 por cento do preço final, R$ 1.635,55 será o preço final de exportação, incluídos os 10 por cento estipulados, ou seja R$ 163,55:
1.472,00 90%

Preço FOB 100%